terça-feira, 31 de dezembro de 2019

FIRE IN THE HOLE - Fechamento Dezembro/2019

Olá! Tudo bem?

Se é sua primeira vez aqui, conheça um pouco de minha história aquiaqui e aqui. Recomendo, fortemente, que leia também todos os posts deste espaço para sentir como sou, como penso, pois você pode se identificar com o Mente Investidora. Ler apenas um post pode te induzir a ter uma interpretação errônea de quem eu sou e como busco a independência financeira. Fica a dica. 

Se você não quer ou não pode ler os posts deste espaço (está em ambiente público ou dirigindo, por exemplo) ou possui deficiência visual, use o plugin Audima que se encontra no topo do título de cada postagem para ouvir seu conteúdo (basta clicar no botão play). É gratuito. Funciona como uma espécie de podcast.



Antes de tudo, friso que não sou analista de investimentos e que não faço recomendações (nunca venderei nada este blog, pois não é meu intuito ganhar dinheiro com isso, mas apenas ajudar aqueles que estão vivendo na Matrix, imersos no fenômeno da "corrida dos ratos" - veja mais aqui - a abrirem os olhos).




Para você entender minha evolução na jornada em busca de independência financeira e o racional utilizado, o fechamento dos meses antecedentes encontram-se na coluna FIRE IN THE HOLE deste blog. Se você é iniciante, sugiro nunca ver o fechamento de um único mês, mas a sequência deles para compreender qual é a estratégia adotada a fim de você não correr o risco de chegar a falsas conclusões.

Primeira observação. Ao invés de utilizar muitos gráficos como nos posts pretéritos, farei um teste e disponibilizarei o fechamento com menos gráficos para testar a reação da audiência.

Segunda observaçãoApós ter quitado grande parte das despesas decorrentes da reforma da cozinha de minha casa, o nível de aportes deste mês restou preservado, lembrando que a minha média gira por volta de 60 a 70% ao mês.





Terceira observação. Notem que a rentabilidade em dezembro foi muito boa (segunda figura) mas volto a afirmar: o que mais importa no longo prazo são os aportes. Vejam que eles foram consistentes ao longo de todo ano com algumas exceções. Em janeiro de 2020, com o recebimento da primeira parcela do 13º salário, o aporte será maior do que em dezembro, sendo que, provavelmente, a maior parte do mesmo será levada para a conta da corretora norte-americana por causa da queda na cotação do dólar.

Quarta observação. Em dezembro, comprei TRXL11 (subscrição), VRTA11, EGIE3, ITSA4, HGCR11 (subscrição), VISC11 (subscrição) e MGFF11 (subscrição). Exerci o direito de subscrição, pois o preço estava menor do que o da cotação e pensando em diversificação. Adquiri EGIE3 e ITSA4, levando em consideração solidez e dividendos, especialmente no caso do conglomerado Itaúsa que é dono de parte da XP que lançou IPO nos EUA. Acho que pode ser beneficiado com a expansão do banco XP, sendo que tem direito de, no futuro, ser o sócio majoritário, comprando quotas de outros partes. Ademais, li relatório dizendo que os bancos brasileiros estariam baratos frente às cotações de outras empresas listadas na B3, especialmente do varejo e do ramo de construção civil.

Quinta observação. Contudo, grande parte do aporte mensal foi remetida para conta no exterior, fazendo reserva de oportunidade (aguardando a escolha do candidato democrata à Presidência dos EUA) em março. Fiz, ao todo, cinco remessas, em três datas distintas, pegando o dólar a R$ 4.1305,  R$ 4.1265, R$ 4.1012, R$ 4.0729 e R$ 4.0588. Dei sorte, pois as cotações foram caindo dia após dia. Pena que o dinheiro acabou, pois acho que há possibilidade do dólar continuar abaixo de R$ 4.10 nos primeiros dias de janeiro/2020. Só voltarei a receber salário na última semana de janeiro, quando poderei fazer novas remessas.

Sexta observação. Vejam que, no total, aportei em 2019, R$ 426.845,70, sendo que a carteira hoje vale R$ 484.795,30. Uma valorização muito expressiva, mas sabendo que decorrente do momento de bull market que vimemos atualmente. Tenho noção de que qualquer forte correção do mercado poderá reduzir tal montante em 40%/50%. Até por isso, depois de aumentar o meu patrimônio nos EUA, aproveitando o câmbio mais baixo, pretendo aportar mais em Tesouro Direto IPCA+, na proporção de 50% para 2045 sem juros e 2050 com juros, a fim de manter a renda fixa em pelo menos 30% da carteira previdenciária (hoje ela está um pouco abaixo de 25%). Desta forma, a meu ver, garanto uma parcela a ser resgatada três anos após minha aposentadoria (2042) e, ao mesmo tempo, pagamentos de juros no final de cada semestre, na expectativa de pegar taxas mais interessantes no próprio Tesouro Direto.

Sétima observação. Hoje, apenas 8,7% do total da carteira está em ativos em outra moeda que não o Real. É pouco. Por conseguinte, minha pretensão é atacar bastante nesta frente nos próximos meses. Quero ter, no mínimo, 30% do total da carteira em ativos vinculados a outras moedas, pois, no meu entender, diversificar é tudo, especialmente falando em âmbito global. Ademais, acredito que as stocks e REITs poderão me dar mais retorno no longo prazo do que os ativos no Brasil, especialmente se conseguir entrar em um ponto de baixa (daí a razão da formação da reserva de oportunidade em dólar).

Oitava observação. O patamar de recebimento de dividendos passa por um momento de estabilização já que não estou comprando mais cotas de FIIs como antes. Todavia, pretendo aumentar minha exposição às ações na B3, especialmente de empresas pagadoras de dividendos. Devo adquirir mais participações em concessionárias de energia elétrica e bancos.


Nona observação. Ainda não deu para criar uma reserva de emergência (já deveria ter feito, admito) e uma de oportunidade no Brasil, por causa do foco no exterior, mas quero criá-las ainda em 2020.

Décima observação. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura, mas, sendo pessimista, acho que posso alcançar os R$ 600.000,00 de carteira previdenciária no final de 2020. Já adotando um viés mais otimista, R$ 650.000,00, o que seria muito bom, ao final de apenas dois anos de jornada em busca da independência financeira. Mas ressalto, mais uma vez. Não é porque sou um guru dos investimentos e vejo coisas que outros não enxergam. Nada disso. Acredito que sou raso nisso ainda. A minha vantagem é o poder de economizar (já expliquei em outros posts aqui que não temos filhos e temos um padrão de consumo bem controlado) e aportar, comprando uma carteira diversificada de ativos, a fim de minorar o risco no longo prazo (lembrem-se que só me aposentarei do serviço público em 2042 se não houver outra reforma, o que acho improvável).

Décima primeira observação. Me inscrevi no ranking da Blogsfera (link aqui), a fim de manter minha disciplina e foco para alcançar o objetivo traçado. Acredito que poderá servir como um combustível para perservar, tendo em vista que tenho 22 anos de caminhada, o que não é pouco.

Ótimo 2020 a todos. Muita saúde, paz e prosperidade!!!

Quaisquer dúvidas e comentários, sempre bem-vindos, escreva na área de comentários.

Continuaremos nosso bate-papo no próximo post.

Se o conteúdo do site lhe agrada, não deixe se se inscrever como seguidor para receber aviso a respeito de novas postagens.



Até mais!

12 comentários:

  1. "o que mais importa no longo prazo são os aportes". Sabias palavras. Foi um ótimo ano para vc e com seu foco no exterior acho que está no caminho certo. As oportunidades virão em breve. Feliz 2020!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, AA40! Tudo bem?

      Como já escrevi aqui, os leitores que não tem a mesma capacidade de aporte que a minha não devem se desmotivar. Comparar com o outro não é saudável. Cada um tem as suas particularidades. O que importa é criar o hábito de poupar e estudar para escolher os melhores ativos para a carteira previdenciária em busca da independência financeira.

      Sou um felizardo por ter este nível de aporte mensal. É exceção perante a grande maioria da população brasileira e agradeço, diariamente, por tal status.

      Feliz 2020!!!

      Abraço.

      Excluir
  2. Desejo a vc um excelente 2020 e também ótimos investimentos! Em breve, pretendo começar a investir no exterior.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem, Garota de Investimento?

      Obrigado pela visita. Teria começado a investir no exterior mais cedo se tivesse maior capacidade de aporte. Fora isso, acho salutar o pequeno investidor, como nós, internalizar a ideia de que não adianta ficar esperando a cotação do dólar abaixar para enviar dinheiro ao exterior, pois o foco deve ser o longo prazo. Aportes constantes farão a diferença com a formação de um preço médio.

      Feliz 2020 a você e aos seus.

      Abraço.

      Excluir
  3. Como você faz para investir no exterior?
    Tem um guia fácil?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, tudo bem?

      Não tenho um guia. Abri a conta lendo artigos e vendo vídeos no YouTube. Usei a DriveWealth. É básica, mas me atende hoje, mas penso em abrir outra conta na TDAmeritrade. Para enviar o dinheiro, a ponte é a Remessa On Line, usando o cupom de desconto canaldoholder.

      Não tem segredo. Você abre uma conta na DriveWealth e outra no Remessa On Line. A seguir, cria uma história no Remessa On Line com os dados de sua conta na DriveWealth. No dia que quiser transferir o numerário ao exterior, abre uma remessa com o valor desejado e após, faz uma TED de seu banco para a Remessa On line com o envio do comprovante. Em até 2 dias úteis, o valor já estará em sua conta na DriveWealth.

      Sugiro acompanhar Canal do Holder (https://www.youtube.com/channel/UCJIcpGAVfGIVgHSQ6oCcrXg), BPMilhão 9https://www.bpmilhao.com/p/investimentos-no-exterior_4.html), Investidor Internacional (https://www.investidorinternacional.com/), Foco no Milhão (https://foconomilhao.com/comece-aqui/).

      Quaisquer dúvidas, estou à disposição.

      Feliz 2020!!!

      Abraço.

      Excluir
  4. Feliz ano novo, muito trabalho e sucesso para nós em 2020!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Engenheiro Investidor, desejo o mesmo a você e aos seus em 2020.

      Vamos ver se no próximo post, meu blog já aparece no ranking da blogsfera.

      Abraço.

      Excluir
  5. Bacana, vou add ao meu blogroll. Não conhecia este blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Senhor Bufunfa, seja bem-vindo!

      Adicionei o seu blog à minha blogroll!

      Sucesso!!!

      Abraço.

      Excluir
  6. Parabéns pelo ótimo ano de 2019, MI!
    Tenho certeza que 2020 será ainda mais próspero.
    Gostei deste modelo de fechamento, ficou bacana, aprovado!
    Grande abraço, Stark.
    www.acumuladorcompulsivo.com

    ResponderExcluir
  7. Amigo, excelente ano de 2019!! Parabéns. Desejo um ótimo 2020 para você e para toda a sua família.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário. Mensagens desrespeitosas serão sumariamente excluídas. Críticas construtivas e sugestões são muito bem-vindas.